(14) 3454-8057 | 3324-1077

Notícias

Os desafios das mulheres no mercado de trabalho

Conectar-se com outras pessoas do sexo feminino para compartilhar experiências é uma das dificuldades que essa população enfrenta

Ana Machado

Propósito é uma das palavras mais usadas, recentemente, quando falamos sobre carreiras com significado e grandes feitos. Conseguir alinhar nossos valores, sonhos e trajetória profissional tornou-se um desejo das novas gerações, assim como estabilidade financeira e bens materiais eram objetivos prioritários para gerações passadas. No entanto, alcançar um equilíbrio entre o que acreditamos, o que sabemos fazer e quais trabalhos pagam as nossas contas nem sempre é uma equação simples.

Uma das temáticas que me move é a equidade de gênero no mercado de trabalho. Apesar de as mulheres terem alcançado a equiparação com os homens em termos de qualificação, ainda são a minoria em postos de liderança, tanto em organizações privadas quanto públicas. Ajudar a transformar essa realidade, acelerando as mudanças que devem acontecer a nível coletivo e individual, é uma responsabilidade que deve ser compartilhada por todos.

Problemas complexos como esse tem várias facetas que podem ser investigadas para um aprofundamento de causas e possíveis soluções. Resolvi começar pela identificação dos desafios que as mulheres enfrentam, escutando delas próprias os aspectos que mais dificultam a sua ascensão e permanência em cargos de liderança. Por meio de uma pesquisa de duas etapas, uma quantitativa e outra qualitativa, alguns dos entraves principais foram descobertos.

O desafio número um apontado pelas mulheres é o de planejamento de carreira, que envolve saber desenvolver e executar planos que as ajudem a crescer profissionalmente. O segundo desafio mais citado foi o de conexão com outras mulheres no ambiente de trabalho, principalmente aquelas em posições de liderança, para networking, mentoria e compartilhamento de experiências. O terceiro maior desafio é o de se comunicar com confiança, transmitindo o seu ponto de vista com segurança e credibilidade, especialmente em contextos desafiadores.

Além desses, outros entraves também apareceram, como saber lidar com o nível de autoexigência, sucesso e medo de falhar. Conseguir equilibrar vida profissional e pessoal também teve destaque, pois a sobrecarga de trabalho das mulheres fora do ambiente corporativo se dá devido ao acúmulo de funções que não são economicamente valorizadas, relacionadas aos cuidados dos filhos, da casa e dos membros da família. O desequilíbrio de gênero nas organizações e a falta de políticas institucionais para lidar com ele também foram desafios citados pelas respondentes, assim como a inexistência de um sistema de suporte que apoie as mulheres no desempenho de seus múltiplos papéis — ponto que ganhou destaque.

No que diz respeito às competências socioemocionais, as mulheres disseram que precisam fortalecer a autoconfiança e saber lidar com sentimentos negativos e timidez. A modéstia para expor as suas conquistas e opiniões ainda é uma atitude mais comum entre elas do que perante os homens, que, desde cedo, são mais estimulados a competir e exaltar seus feitos. O estereótipo de que as mulheres são mais emotivas do que racionais também atrapalha a ascensão delas, principalmente pelo estigma que ainda há na cultura organizacional.

Há também barreiras em termos de competências técnicas, principalmente em áreas com predominância masculina como tecnologia e finanças, temáticas centrais para qualquer negócio de sucesso na atualidade. Com a baixa representatividade feminina nessas áreas, há poucos exemplos que sirvam de inspiração e menos oportunidades para mulheres ganharem experiência e bagagem relevantes nesses assuntos. Como se pode perceber, temos muito o que avançar em diferentes frentes para apoiar a jornada das mulheres rumo ao topo. O caminho é longo, mas, juntas, somos mais fortes e chegaremos mais rápido.

"A modéstia para expor as suas conquistas e opiniões ainda é uma atitude mais comum entre elas [mulheres] do que perante os homens"

Matéria: www.correiobraziliense.com.br/

Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis, Motéis, Apart - Hotel, Flats, Restaurantes, Lanchonetes, Fast Food, Bares e Similares de Marília, Ourinhos, Assis e Região
R. Cel Jose Bras, 367 - Centro - Marilia/SP - Fones: (14) 3454-8057 | 3324-1077
e-mail: email.sinthoressou@ig.com.br

Cialis NZ cialis generic nz Viagra Pills Nz , Viagra Online Nz viagra nz KAMAGRA QUE ES,KAMAGRA GEL QUE ES,KAMAGRA 100 MG QUE ES,KAMAGRA ORAL JELLY QUE ES,KAMAGRA 100MG kamagra 100mg Cialis Prijs Belgie,Cialis Prijs Apotheek,Cialis Prijs Apotheek Belgie cialis belgie CIALIS PAS CHER,CIALIS GENERIQUE,CIALIS 20MG cialis 20mg Super Kamagra Belgique,Super Kamagra Avis,Super Kamagra Effet Secondaire kamagra belgique